Instituto de Previdência dos Servidores Municipais de São Miguel

Conheça São Miguel

Histórico

A chegada do cearense de Icó, José Antônio de Carvalho, à região serrana do oeste norteriograndense nos idos de 1750, deu início a colonização do território e seu conseqüente povoamento. Em sua trajetória pelo território oestano, José Antônio deslumbrou-se com a beleza natural da paisagem e com o agradável clima. Nessas andanças, o desbravador cearense encontrou várias lagoas e maravilhado com o aspecto produzido pela paisagem das lagoas, ocorrido exatamente no dia dedicado a São Miguel, resolveu batizar a localidade com o nome de São Miguel.

A vida de José Antônio de Carvalho, nos tempos do começo do povoamento em São Miguel, foi de constante luta e bravura. Grande criador de gado, era capaz de enfrentar índios Paiacus e matar onça a facão para proteger seu rebanho.

Foram a bravura, o destemor e os bons resultados alcançados por esse homem simples e firme que estimularam a vinda de outras famílias, desejosos de prosperar na agricultura e na pecuária, fazendo crescer a povoação.

São Miguel continuou se desenvolvendo na pecuária e na lavoura, num processo lento e gradativo, até chegar à condição de lutar por sua autonomia política.

No dia 11 de dezembro de 1876, depois de muito esforço, São Miguel desmembrou-se de Pau dos Ferros através da Lei estadual n° 776, tornando-se município do Rio Grande do Norte. Gentílico: são-miguelense ou micaelense

Formação Administrativa

Distrito criado com a denominação de São Miguel, pela lei provincial nº 760, de 09-09-1875. Elevado à categoria de vila com a denominação de São Miguel, pela lei provincial nº 776, de 11-12-1876, desmembrado do município de Pau dos Ferros. Constituído do distrito sede. Instalado em 29-06-1883.

Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, o município se denomina-se São Miguel do Pau dos Ferros e é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pelo decreto-lei estadual nº 474, 26-04-1938, o município de São Miguel do Pau dos Ferros volta a denominar-se simplesmente São Miguel.

No quadro fixado para vigorar no período de 1944-1948, o município já denominado Sã Miguel é constituído do distrito sede.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1950. Pela lei estadual nº 52, de 21-12-1953, é criado o distrito de Coronel João Pessoa ex-povoado de Kágado e anexado ao município de São Miguel.

Pela lei stadual nº 53, de 31-12-1953, é criado o distrito de Doutor Severiano ex-povoado de Mundo Novo e anexado ao município de São Miguel.

Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 3 distritos: São Miguel, Coronel João Pessoa e Doutor Severiano.

Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960. Pela lei estadual nº 2784, de 10-05-1962, desmembra do município de São Miguel o distrito de Doutor Severiano. Elevado à categoria de município.

Pela lei estadual nº 2903, de 12-08-1963, é criado o distrito de Padre Cosme e anexado ao município de São Miguel. Pela lei estadual nº 3005, de 19-12-1963, desmembra do município de São Miguel o distrito de Coronel João Pessoa. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: São Miguel e Padre Cosme. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 17-1-1991. Pela lei estadual nº 6302, de 26-06-1992, desmembra do município de São Miguel o distrito de Padre Cosme. Elevado à categoria de município com a denominação de Venha-Ver. Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído do distrito sede. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.

Fonte: IBGE